Deficiência e acessibilidade: habitação favorável à deficiênciaComo ter uma casa à prova de deficiência e à prova de acessibilidade? Aqui estão as medidas a tomar para um lar seguro e acessível a 100% para pessoas com deficiência.

O nosso lar é o lugar onde nos sentimos confortáveis com todo o conforto e onde nos sentimos mais seguros. Esta necessidade torna-se ainda mais importante no caso de pessoas com deficiência que normalmente enfrentam barreiras arquitectónicas e obstáculos de vários tipos. O objectivo de uma casa acessível é permitir a estas pessoas viver num espaço seguro para viverem uma vida pacífica e independente. É assim que deve ser uma casa construída com deficiência e acessibilidade em mente.

Os aspectos fundamentais a considerar a fim de tornar cada quarto da casa seguro e acessível a todo o tipo de hóspedes vão desde o acesso ao andar superior ou jardim até à utilização das instalações. Obviamente, cada tipo de deficiência requer equipamento apropriado em casa.

Entrada

A entrada, por definição, dá imediatamente as boas-vindas aos convidados e daqui podem surgir os primeiros obstáculos. Se o espaço o permitir, poderia ser incluída uma rampa com uma superfície antiderrapante e um corrimão de segurança.

Escadas

Estas constituem uma das principais e mais comuns barreiras arquitectónicas para pessoas com dificuldades de locomoção. A solução poderia ser a instalação de um elevador de escadas de via ou de uma plataforma elevatória.

Portas

A fim de assegurar a liberdade de movimento e de não abrandar a intervenção numa emergência, as portas são um obstáculo a ultrapassar quando se pensa numa casa acessível e amiga da deficiência. Por exemplo, o tamanho padrão pode ser demasiado estreito para a passagem de um cadeira de rodas. A solução poderia ser a eliminação de bloqueios e a sua substituição por molduras mais finas; ou poderia optar-se por portas de caixão. Os puxadores também não devem ser ignorados: a sua altura pode ser perigosa para uma pessoa numa cadeira de rodas.

Cozinha

Neste ambiente, a maior limitação à acessibilidade poderia ser as alturas. As prateleiras dos frigoríficos, as prateleiras e o fogão: qualquer pessoa pode aceder a estas instalações sem dificuldade? Se a resposta for não, então devem ser feitas modificações estruturais ou, se isto for difícil, deve ser considerada uma estação de trabalho dedicada e facilmente acessível.

Quarto de dormir

É claro que o acesso à cama deve ser fácil para todos. Por esta razão, a confusão, tais como tapetes e cadeiras, deve ser reduzida ao mínimo e, se necessário, deve ser considerada a inclusão de ajudas de saúde para se levantar ou deitar, tais como um guincho eléctrico; em alternativa, uma cama eléctrica pode ser útil.

Casa de banho

Entrar no duche ou banheira pode ser muito complicado e arriscado, especialmente quando se trata de sair com um pavimento escorregadio. Para se sentir seguro nestas situações, um elevador de tubos poderia ser colocado na sala, se o espaço o permitisse.

Telefone e luzes

Também aqui, as alturas podem ser discriminatórias. Os interruptores também devem ser manejáveis independentemente por pessoas deficientes; tal como o telefone deve ser sem fios precisamente para que os habitantes da casa não se possam apressar a atender o telefone.

Precisa de tornar a sua casa acessível e não sabe por onde começar? Não tem a certeza de qual é o produto certo para si? Não hesite em contactar M.I. A. Médico em 333 621 0314 para aconselhamento ou para descobrir qual a ajuda sanitária que melhor se adapta às suas necessidades.

pt_PTPortuguês